Pandemia Muda a Direção das Cidades Inteligentes

Uma cidade inteligente pode ser definida como um conjunto de sistemas e de pessoas que interagem de forma inteligente usando energia, materiais, serviços e recursos de forma sustentável, tornando-se numa espécie de fusão entre pessoas e sistemas que se movimentam em sintonia e harmonia, procurando garantir o desenvolvimento sustentável dos espaços urbanos.

Porém, tratam-se de projetos que requerem grandes volumes de investimento e na atual situação de pandemia, muitos destes projetos têm vindo a ser cancelados como Quayside, que seria construída na orla de Toronto-Canadá e teria a Google como investidor.

Para a doutora e consultora em cidades-inteligentes pela PUC-SP, Stella Hiroki, a pandemia transformou o pedestre em prioridade, pelo que se denotou um crescimento exponencial do conceito de “cidades de 15 minutos”, ou seja, quase tudo o que envolve o dia-a-dia do cidadão deve estar a uma caminhada com duração de 15 minutos da sua residência. Verificou-se também que mais um item foi acrescentado aos conceitos de smart cities e bairros-inteligentes, após a pandemia: trata-se da segurança da saúde (health security). “Se antes mobilidade, meio ambiente, pessoas, economia, governança e moradia eram premissas que definiam o que é cidade-inteligente, agora a saúde também ganhou relevância”, acrescenta.


No Brasil, serão viabilizados dois projetos de bairros-inteligentes na pós-pandemia, e que prometem abranger da tecnologia à saúde: em Brasília, será construído o BIOTIC, que procura unir inovação tecnológica com valorização do pedestre, predominando áreas com ruas estreitas, praças e calçadas para abrigar cafés e restaurantes; na mesma linha, em Foz do Iguaçu-PR, será construída a Vila A, tendo como prioridade, oferecer autonomia digital e mobilidade aos frequentadores.


Site pesquisado: https://www.cimentoitambe.com.br/massa-cinzenta/pandemia-muda-prioridade-e-bairros-inteligentes-se-destacam/
© DDN - Copyright 2021 | Privacidade
Developed by
OPTIMIZING CONCEPTS
Voltar ao topo