Big Data na Engenharia Civil

Ao construir e gerir ou fiscalizar empreendimentos imobiliários, a sua empresa não está apenas a criar ou supervisionar paredes, pilares e telhados, está também a acumular um grande volume de informação ou dados. A forma como a empresa organiza e utiliza esses dados poderá ser um diferencial estratégico importante para a sua organização e fazer toda a diferença no sucesso dos seus projetos.

Big Data é o termo utilizado para referir o grande volume de informações que impactam negócios no dia-a-dia. Com o crescente aumento do poder de armazenamento e processamento dos computadores e a evolução de tecnologias que coletam dados em tempo real (como a internet das coisas e os dispositivos móveis), esse volume de informações tem crescido cada vez mais.

No segmento da engenharia em geral e da construção em particular, os dados podem ter origem nos profissionais que trabalham na obra, nomeadamente a partir de relatórios gerados pela equipa, através dos equipamentos que monitorizam o uso de materiais ou de drones ou câmaras que registam a evolução do projeto em tempo real. Neste cenário, o desafio dos gestores das obras ou projetos é saber como lidar com todo esse volume de informações e traduzir números, textos e imagens em informações estratégicas que ajudem a trazer mais eficiência e produtividade à gestão do projeto, afinal, o diferencial de uma empresa não está no volume de informações que recebe e gera, mas sim, na maneira como absorve os dados e os utiliza na tomada de decisões.


Inteligência artificial, internet das coisas (IoT) e BIM, todas estas grandes tendências tecnológicas têm revolucionado o mercado da construção civil e possuem um background em comum: big data. Isso acontece porque alimentam-se de dados para gerar informações que trazem mais segurança, transparência e eficiência aos processos de engenharia e construção – do estaleiro para o escritório e vice-versa.
 
Ao implementar processos de análise de big data na gestão de obras ou projetos, a sua empresa terá acesso a:
 
 
Previsões mais assertivas

Com base em informações de projetos anteriores e indicadores de mercado, a análise de dados pode ajudar a prever com mais precisão o orçamento e o tempo necessários para o desenvolvimento de determinada obra ou projeto.
 

Identificação de problemas em estágios iniciais

Quando há um processo estabelecido para recolha periódica de dados, a sua empresa tem acesso a um arsenal de informações importantes que indicam uma análise atual do desenvolvimento do projeto. Cruzando esses dados atuais com o planeamento da obra, é possível identificar irregularidades e problemas, antes que eles tomem proporções maiores. Esse acompanhamento pode indicar, por exemplo no caso do Empreiteiro, se o material previsto será suficiente, se houve atraso em alguma entrega ou se o projeto está a ser seguido em conformidade.
 

Mais informações no processo de decisão

Cada decisão tomada na gestão da obra ou projeto pode ter um impacto enorme no desenvolvimento do mesmo. Por isso, quanto mais informações o gestor tiver na hora de decidir algo, mais preparado ele estará para tomar uma decisão. A análise de big data também colabora nesse sentido. Por exemplo, na definição do orçamento de uma obra a concurso pelo empreiteiro, além deste ter acesso aos preços dos materiais, equipamentos e mão de obra, terá ainda acesso a dados que indicam a variação dos valores de mercado ao longo do tempo. Nesta situação, o orçamento resultante será mais preciso na data prevista para o desenvolvimento da obra em questão.
 

Melhor aproveitamento do conhecimento acumulado

Com processos estabelecidos para organizar os dados de cada obra ou projeto, a sua empresa pode criar uma biblioteca de informações valiosas que apontam padrões de atividades e performances. Isso, por sua vez, indicará quais são as melhores práticas no desenvolvimento das obras ou na gestão de projetos, o que deve ser evitado e o que pode ser melhorado para gerar mais eficiência.
 

Aproximação dos clientes

A análise de big data pode ajudar também a aprimorar o relacionamento entre empresas de construção civil, empresas de gestão ou fiscalização de projetos e seus clientes, pois tendo acesso a mais informações estratégicas, é possível comunicar com os clientes de maneira mais transparente e abrangente, podendo mantê-lo totalmente atualizado quanto à evolução da obra e oferecer todos os detalhes sobre a aplicação dos recursos.
 

Gestão pró-ativa

A análise de big data na gestão de projetos ou obras oferece uma vantagem competitiva importante para a sua empresa porque ao utilizar os dados do negócio de maneira estratégica, o gestor assume um posicionamento mais pró-ativo e menos reativo. Assim, com processos estabelecidos para a recolha e análise de dados, o gestor consegue prever melhor cenários futuros, podendo agir na resolução de problemas antes que eles aconteçam.

 
 

Sites pesquisados:

https://www.santodigital.com.br/por-que-usar-big-data-na-industria-da-construcao-civil/

https://www.novesengenharia.com.br/aplicacao-de-big-data-na-engenharia-civil/
© DDN - Copyright 2020 | Privacidade
Developed by
OPTIMIZING CONCEPTS
Voltar ao topo