A OBRAMAX foi lançada ao público, no passado dia 24 de janeiro. Trata-se da primeira loja de comércio grossista de materiais de construção no Brasil, um novo conceito de loja implementado na América do Sul, pelo Grupo ADEO.

Este novo conceito de comércio de materiais de construção encontra-se vocacionado para o cliente empresarial, pretendendo dar resposta ao pequeno e médio empresário, bem como às pequenas e médias empresas do ramo da construção civil, mas também ao cliente final.

Foto 1

Baseia-se num conceito de comércio, com preços diferenciados para retalhistas e grossistas, ou seja, o cliente tem a possibilidade de comprar à peça/unidade ou a granel/palete.

A inovação deste conceito, aproveita ainda, a possibilidade do cliente poder levar as suas compras de maior volume no momento, tendo um Drive-Thru à sua disposição, onde pode circular com o seu veículo, e carregar o material no local, à medida que circula no seu interior, sem dúvida uma mais valia na compra de materiais de construção.

Foto 2

Esta loja é a primeira loja do género no Brasil e da marca e situa-se na cidade de São Paulo, no Bairro da Mooca/Cambuci.

O seu foco principal é o atendimento dos profissionais do segmento da construção civil, compradores de grandes volumes (empresas de construção civil), profissionais autónomos (arquitetos, engenheiros, empreiteiros, eletricistas, pintores, decoradores), profissionais especialistas (marceneiros, serralheiros, ladrilhadores), empresas de instalação e manutenção de condomínios e lojas de bairro. Tem como lema, o comércio aberto para todos, dado que a loja também atende o consumidor final.

Foto 3

Esta unidade abriu as suas portas com a certificação EDGE – Construção Sustentável para Mercados Emergentes, criada pela IFC (International Finance Corporation), instituição membro do Grupo Banco Mundial.

Um dos fatores de diferenciação deste empreendimento é a eficiência energética, com pensamento vocacionado para a redução de custos na operação. O empreendimento com uma área total de 30.000,00 m2 dispõe de sistemas de eficiência como iluminação LED, conjugada com o sistema de iluminação Zenital na cobertura, sistema de Climatização forçada sem ar condicionado, garantindo conforto térmico aos clientes e reaproveitamento de águas pluviais que após tratamento são reutilizadas em descargas de instalações sanitárias e no sistema de rega dos espaços verdes.

Esta certificação é inédita em construções no Brasil. A mesma permite aos arquitetos e engenheiros otimizar os recursos dos seus projetos, resultando em edifícios mais económicos e com alto valor acrescentado.

Foto 4

O CEO da empresa, Michael Reins, ressalta a importância do setor no país e o grande potencial de crescimento do mercado – “Uma pesquisa do Secovi (Sindicato da Habitação), em parceria com a Fundação Getulio Vargas, estima que de 2015 a 2025, o Brasil precisa de construir 14,5 milhões de novas residências para suprimir o déficit na habitação. A construção, sempre foi uma alavanca forte para o crescimento brasileiro. Em 2017, estima-se que o PIB nacional seja de +2,7%, enquanto que o do setor da construção é de +7%”, declara. “Segundo o Sebrae, existe mais de 1 milhão de micro e pequenas empresas que atuam na construção civil. Ainda segundo o Sebrae, as lojas de materiais de construção são o terceiro maior segmento de comércio em número de empresas. Esse mercado é absolutamente relevante para o Brasil”, acrescentou.

A loja conta com uma área de vendas com 10 mil m2 e um custo de implantação estimado em R$ 110 milhões. Traz para o Brasil o auto-serviço de materiais de construção, com uma gama selecionada de mais de 18 mil produtos técnicos de marcas profissionais, com preços de grossista.

03

Com serviços como a entrega imediata de materiais, o corte e bordeamento de chapas de madeira, estacionamento coberto com zona de exposição de materiais, onde o cliente pode entrar com o próprio veículo para o carregamento dos itens e compra direta no momento, crédito facilitado e visualização do stock disponível em loja através do site, a Obramax procura aliar a facilidade de compra à proximidade com o cliente, em particular dos profissionais do ramo.

Além da loja física, o cliente terá também a opção de ser atendido pelo televendas e online, através de um e-commerce, tendo a mesma quantidade de produtos disponíveis em grandes volumes e prontos para entrega.

“Respeitamos sempre o cliente e queremos fazer da compra de materiais de construção uma experiência incrivelmente fácil, ágil, profissional, confiável e amigável”, salienta Michael Reins, que ressalta o projeto da loja, com um corredor central  com seções e produtos bem visíveis para que quem entra no local, os possa levar de forma fácil, mesmo que se tratem de grandes volumes.

Foto 5

“Nós, na Obramax, acreditamos fortemente no Brasil e estamos, sim, convencidos em participar e fazer a diferença”.

Na Europa, a Obramax é conhecida pelos nomes de Bricoman e Bricomart (em Espanha) e está presente em Itália, Polónia, França e Espanha. São mais de 7 mil colaboradores, divididos em 77 unidades. As lojas dispõem de área de vendas, em média entre os 5 mil m² e os 10 mil m².

É uma bandeira pertencente ao Grupo Adeo, que nasceu em 1923, com a marca Leroy Merlin, hoje liderada pela Associação Familiar Mulliez (AFM). Atualmente é o 3º maior grupo mundial de comércio de materiais de construção e o 1º na Europa. Conta com 34 empresas autónomas, mais de 700 lojas próprias e 480 unidades, divididas em 14 marcas independentes. A instituição que emprega cerca de 100 mil colaboradores, faturou mais de € 19 mil milhões em 2016 e atende um milhão de clientes por dia no mundo.

A equipa da DDN Brasil, teve o prazer de participar neste novo projeto e ter um papel ativo no crescimento da nova Marca. Colocamos à disposição do nosso cliente, todos os nossos conhecimentos, para que em todas as fases do Projeto seja aplicada a nossa vasta experiência na gestão de empreendimentos de comércio, desde a fase de estratégia até à fase de entrada de operação na loja.

02